ago
14
Prêmio “Melhor Bloguista do Mês – Julho 2009”

No último mês de julho participei da Blogagem Coletiva “As Férias na Minha Terra”, uma competição que foi marcada pelo clima de muita cordialidade, descontração e simpatia entre todos os participantes.

O júri concedeu-me distinção e também um prêmio extra, declarando-me o “melhor bloguista do mês de julho 2009”:

– Visto que o Sr. António Regly, revelou-se um blogueiro excepcional, enquanto participante, leitor, eleitor e comentador, que no primeiro minuto envolveu-se totalmente nesta blogagem, não só para mostrar o que de melhor tem a sua cidade, mas também para conhecer as nossas terras.
Como reconhecimento do seu apoio de peso, por parte dos leitores que votaram nele, e do seu grande empenho, a Olho de Turista decidiu distinguir António Regly, como o blogueiro do mês de Julho premiando-o com a oferta de uma Garrafa de Vinho Tinto “Angoreta”, denominação de origem controlada, da reserva de 2003. Uma oferta da Olho de Turista.

Fui agraciado com este selo, cujo recebimento se deve à participação de todos vocês, leitores e visitantes do Recebi, Li e Gostei, bem como dos amigos que integram a rede social diHitt, além dos amigos, irmãos em Cristo e membros da família.


melhor-bloguista-julho

Agradeço à amiga, Susana Falhas, do Aldeia da Minha Vida, e do diHitt, pelo carinho e presença neste blog; pelas palavras de incentivo neste momento de recuperação, ao mesmo tempo pelo entusiasmo como conduz esta arte de blogar e fazer novas amizades.

O Aldeia da Minha Vida está realizando, neste mês de agosto, uma nova blogagem coletiva, cujo tema é: “Festas de Tradições na Minha Terra”

cartaz-tradie7oes

euparticipo

Participe visitando, comentando e votando. Vale a pena conhecer um pouco mais acerca das tradições portuguesas. Você vai gostar dos textos e poderá conquistar novas amizades, e desfrutar da simpatia dos blogueiros – ou bloguistas portugueses – como gostam de dizer.

Além desta, eis a agenda para as blogagens coletivas em 2009:
De 10 a 30/31 de cada mês, a Aldeia da Minha Vida organiza uma Blogagem Colectiva, com temas ligados às nossas terras:

– Julho: “Férias na minha terra”
– Agosto: “Festas e Tradições ”
– Set: “Vindimas e vinhos”
– Out.: “Na minha terra come-se bem”
– Nov: “O meu Magusto”
– Dez: “O Natal na minha terra”

Como participar:
até dia 8 de cada mês, envie o seu texto, com máx. 25 linhas e 1 fotografia (originais), para aminhaldeia@sapo.pt.


http://recebiliegostei.com/wp-content/themes/children/images/sign.png







ago
9
Um Dia dos Pais muito hilário

Mudamos de residência há uma semana e hoje é o Dia dos Pais. Toda mudança gera uma série de outras mudanças e não podia ser diferente conosco. Mas desta vez parece que algumas coisinhas fugiram demais à normalidade. Sem internet há quase duas semanas, minha filha resolveu assinar uma 3G. O modem só dá sinal se pendurado na grade na janela. Aí pude compreender por que se chama 3G: o G é de grade. Além de só dar sinal se estiver dependurado, tive que colocar um chapeuzinho de papelão, para proteger o modem do sol e não esquentar ainda mais. Assim, o sinal chega a 50%, oscila com o vento e as batidas na grade.
Não foi diferente com a TV. Sem antena externa, partimos para uma interna improvisada. Esta, não dava nem o ar da graça. Apelamos para o bombril. E não é que deu certo! Pudemos ver o início do jogo.
Como é Dia do Pai, tive de preparar e servir sobremesa. As crionças queriam que eu liberasse o sorvete. Mas decidi que sobremesa natural é mais saudável. Então, servi laranja na piscina. Huahuahuahuahuahua… Bem brega. Levei uma vaia daquelas. Mas não liberei o sorvete.

Bem, o meu Dia do Pai foi assim:

1 – churrasco de asa de frango;

churrasquinho-de-asa

2 – sobremesa diet: laranja, no tabuleiro;

sobremesa-diet

3 – navegação na internet: modem 3G, pendurado na grade – leva de 5 a 10 minutos para abrir uma página e 20 minutos para fazer a upload da foto;

3g_-g-de-grade1

3g_-g-de-grade

4 – Flamengo X Coríntians: assistimos o jogo uma antena de TV interna, reforçada com bombril.

antena-reforcada

Bom mesmo foram as fotos com a família.

eu-e-meus-filhos
Eu e meus filhos (genros e neto) e filhas

eu-e-minhas-meninas
Eu e as minhas meninas


http://recebiliegostei.com/wp-content/themes/children/images/sign.png







ago
1
E o vencedor da Blogagem Coletiva é…

José Pinto, do Cabeça Web, é o grande vencedor da Blogagem Coletiva “As férias na Minha Terra”, com o post “Da Serra da Estrela: Cabeça“. A blogagem coletiva, que teve início no dia 10 e terminou no último dia 28 de julho, contou com a participação de 19 posts, que receberam juntos 1102 votos.
O prêmio para melhor comentário também ficou em Portugal e foi, com indiscutível justiça, para João Celorico, que abrilhantou a blogagem com seus bonitos e simpáticos versos para falar da sua terra. O poeta comentou ainda todos os posts participantes e em cada um deles deixou seus versos expressando o que achou deles.

O júri concedeu-me distinção e também um prêmio extra, declarando-me o blogueiro do mês de julho:

– Visto que o Sr. António Regly, revelou-se um blogueiro excepcional, enquanto participante, leitor, eleitor e comentador, que no primeiro minuto envolveu-se totalmente nesta blogagem, não só para mostrar o que de melhor tem a sua cidade, mas também para conhecer as nossas terras.
Como reconhecimento do seu apoio de peso, por parte dos leitores que votaram nele, e do seu grande empenho, a Olho de Turista decidiu distinguir António Regly, como o blogueiro do mês de Julho premiando-o com a oferta de uma Garrafa de Vinho Tinto “Angoreta”, denominação de origem controlada, da reserva de 2003. Uma oferta da Olho de Turista. [Grifo do júri]

A Blogagem Coletiva “As férias na Minha Terra” foi marcada por um clima de cordialidade, descontração e simpatia entre todos os participantes. Foram registrados os Momentos de Pura Poesia e os comentários tiveram de ser classificados por categorias, tamanha a criatividade de todos os envolvidos: comentários com “memórias de outros tempos”;  “que assumem sonhar com estes lugares”; “que sonham fazer pela terra…”se mandasse por um dia”; “de quem encontra vivências simples e únicas das nossas aldeias” e “quem admirou a essência do blog”.

O melhor texto

O melhor texto, escolhido conforme a regra do concurso – 49% dos votos da caixa de votação + 51% votos do júri – e, a meu ver, merecidamente, por alcançar os objetivos da blogagem e, particularmente do seu autor – mostrar ao mundo a povoação de Cabeça, tem o meu destaque por motivos mais do que justos: seu autor foi humilde, sincero e ousado.

“Amigo António,

Quem não gostaria de passar umas belas férias no Rio de Janeiro?
Quem não gostaria de passar umas boas férias na aldeia de Cabeça?

O que nos move aqui é esta ânsia legítima de que toda a gente escolha a nossa aldeia. Uma delas, gigantesca e mediática como o Rio de Janeiro; outra, pequenina e distante como a povoação de Cabeça que eu quero mostrar ao mundo.

Ah, se eu conseguisse! Esse seria o meu prémio!

Sabe? Às vezes, dou por mim a sonhar com a aldeia de Cabeça toda transfigurada, com gente a aparecer por todo o canto com projectos para investir no turismo rural, no queijo da serra, na cozinha regional e na recuperação destas casinhas de xisto centenárias.

Oh, meu Deus, que loucura!

O problema das aldeias é mesmo a desertificação, ou seja, o inverso das grandes metrópoles onde as pessoas se apinham.
No final desta blogagem, o Rio de Janeiro continua “lindo”, o Rio de Janeiro continua “sendo”, o Rio de Janeiro “Fevereiro e Março”, como canta o grande baiano Gilberto Gil.

A aldeia de Cabeça também continuará “linda”, mas continuará “sendo” esquecida pelo mundo global!…(ou não?!

Segundo as regras desta blogagem, as pessoas votam no melhor texto e não no sítio onde passam ou gostariam de passar férias. Isso é que é dramático, porque cada um de nós está convencido que escreveu muito bem, não é, amigo António?

Admito que, às vezes, até me esqueço disso. A verdade é que há mais 18 concorrentes a respeitar. E o texto vencedor não tem de, necessariamente, ser o meu! E o concurso ainda não acabou. E o problema é que não posso vender a fotografia da minha aldeia, mas tão só umas palavras que resolvi escrever!
Não é também o seu problema, António? Estamos tramados!

Obrigado pelo seu comentário.
Um abraço para o meu amigo.

José Pinto” [grifo meu no texto do José]

José Pinto, do Cabeça Web e a foto que postou na blogagem

jose-pinto-e-a-aldeia-cabeca

Participaram da Blogagem Coletiva os seguintes posts, listados pela ordem na Caixa de Votaçã e os votos recebidos:

1 – Por Tom Dela, por Claudia Pino – 2 votos;
2 – Quem por Viseu passar, aqui deixo a minha sugestão, por Marcia – 4 votos;
3 – Piquenique na Serra da Freita, por Adelaide, do Em instantes – 37 votos;
4 – Férias Encantadoras na Região de Lisboa, por Artur Couto, Beleza Serrana – 2 votos;
5 – Rio de Janeiro: Reconhecidamente a Cidade Maravilhosa, por Antonio Regly, do Recebi, Li e Gostei – 555 votos – Prêmio extra como Blogueiro do Mês de Julho;
6 – A ilha Graciosa, por Alcinda, do Soma dos Dias – 32 votos;
7 – Gramado, por Sandra, do Interação de amigos – 16 votos;
8 – Lagos, por Maria de Fátima, do Repensando – 25 votos;
9 – Lagos, por Elvira Carvalho, do Coisas minhas – 5 votos;

10 – Por terras de Bragança, por Jorge Pinheiro, do Expresso da linha – 8 votos;
11 – São Pedro de Moel: paraíso entre o pinhal e o mar, por Maggie, do Palavras ao vento – 1 voto;
12 – Da Serra da Estrela: Cabeça, por José Pinto, do Cabeça Web – 385 votos – Vencedor da Blogagem Coletiva;
13 – Lagarinhos, por Teresa, do Óculos do mundo – 2 votos;
14 – Belo Horizonte, por Letícia, do Tempestade – 2 votos;
15 – Férias na minha terra, por João Celorico – 10 votos – Prêmio pelo Melhor Comentário;
16 – Odeceixe, um lugar especial, por Catarina, do Once – 7 votos;
17 – Uma bela tarde em Coimbra, por Pitanga Doce, do Pitanga Doce – 2 votos;
18 – Cabanas de Tavira, Romicas, Grãos de Areia – 3 votos;
19 – Mêda, um conselho por descobrir, por Carina – 4 votos.

Mosaico em homenagem à Blogagem Coletiva “Férias da Minha Vida”

mosaico-da-blogagem-coletiva

Susana Falhas, entusiasta, organizadora e promotora da Blogagem Coletiva “As férias na Minha Terra”. Recebeu, com justiça, dois títulos dos “que sonham fazer pela terra…”se mandasse por um dia”: Ministra do Planeamento e Embaixatriz.

susana-falhas-embaixatriz-da-blogagem-coletiva

João Celorico, o poeta da Blogagem Coletiva

RIO DE JANEIRO CIDADE MARAVILHOSA

Da cabeça não me sai
“o comentário melhor”,
o meu, amigo, aqui vai,
apanhe-o se faz favor!

Cidade maravilhosa,
do Cristo do Corcovado,
da morena deliciosa
e do samba danado.

Recebi, li e gostei
de tudo o que você fez
mas meu voto não dei.
Fica pr’á outra vez!

João Celorico


Agradecimento especial

Às minhas meninas, Sonia Regly, do Compartilhando as letras; Lívia Regly, do Somewhere in World; e Evelyn Regly, do Evelyn’s Place; aos meus genros Wagner e Diego;

Aos amigos e amigas, Lison, do Nhamundá; Simone Mascarenhas, do Masquerade; José Sidney, do Sem Tanto FocoCatarino; do Blog do Catarino; Rita Costa, do Alma de Poesia; Maria Souza, do Maturidade; Moreijo, do Ficção Fantasia ou Verdade; Francisco Castro, do Blog do Francisco Castro; Luciana, do Banco de Saúde; Teresa Diniz, do Os Meus Óculos do Mundo; Edilza, do Saúde pelas Plantas; Bonellinha, do Um Passo ao Céu; Nogueira, do Nogueira de Lei; Susana Falhas e Helena Teixeira, do Aldeia da Minha Vida e Serafim Faro, Júri; Mikasmi, do Aprendemos; Mr. Jones, do Reino Inimaginável do Mr. Jones;  Fran Ribeiro; Alessandra; João Celorico; aos amigos em particular e do diHitt – da minha lista e rol de outros amigos; aos colegas pastores, irmãos em Cristo.
Se, porventura, esqueci de mencionar algum nome, peço perdão antecipadamente.

Todos foram brilhantes e sou-lhes grato por tudo.


http://recebiliegostei.com/wp-content/themes/children/images/sign.png







jul
26
Quando alguém se preocupa com a sua saúde

Recentemente tive o privilégio de receber uma proposta de parceria do Banco de Saúde, com uma proposta sensacional: espalhar uma vida melhor.

O contexto que estamos vivendo nos conclama a refletir melhor sobre o assunto. Cuidar da saúde e promover a qualidade de vida são projetos viáveis para cada um de nós. Basta querer participar e se engajar no Movimento Espalhe uma Vida Melhor. Você pode contagiar outras pessoas com esta idéia.

Como alguém que oferece ao outro uma prova de algo gostoso, para que experimente e também se delicie, trago para vocês o post 10 atitudes para espalhar uma vida melhor, o qual motivou-me a engajar no projeto.

10 atitudes para espalhar uma vida melhor

1. Seja mais ativo

Mais do que praticar atividades físicas, ser ativo é viver com mais energia e movimento. É levantar-se, usar escadas, caminhar, cultivar atividades de lazer que coloquem o corpo para funcionar e não apenas a mente.

Contagie aqueles que você gosta com suas atividades físicas. Marque um passeio em família. Combine uma caminhada com uma amiga. Arrume um parceiro de malhação. O importante é transformar suas atividades em algo prazeroso e social.

2. Escolha alimentos saudáveis

É possível ter uma alimentação equilibrada sem necessariamente viver de dieta. Tudo começa na escolha de alimentos mais saudáveis para você e para sua família. Abastecer a dispensa e a geladeira com frutas e verduras faz com que todos a sua volta possam alimentar-se melhor.

Buscar entender os grupos de alimentos faz com que as compras tornem-se mais conscientes. Dessa forma você pode começar a observar rótulos e ingredientes de produtos, evitando inimigos da saúde, como as gorduras trans.

Seja um exemplo de alimentação saudável e contagie aqueles a sua volta.

3. Pare de fumar

Tome uma grande atitude para sua vida: pare de fumar! Se você não tem este hábito, vá além: incentive alguém a abandonar o cigarro, informe-se sobre os tratamentos disponíveis, estimule e torne-se um parceiro desta pessoa em busca de uma vida melhor.

Existem diversos tratamentos contra o tabagismo, mas uma das principais armas contra ele é a formação de parcerias contra o hábito de fumar.

4. Faça exames preventivos

Prevenir é melhor do que remediar, já dizia o sábio ditado. Muitas doenças graves são tratadas de melhor forma e até mesmo curadas quando diagnosticadas em seu início.

Por isto, procure informar-se sobre o que você precisa estar atento em cada fase da sua vida. Converse com seu médico a respeito de exames e check-ups necessários para identificar diabetes, colesterol alto, hipertensão, câncer, doenças oculares e outras.

Fique de olho também naqueles que você ama para que estejam em dia com exames preventivos. Cultive a saúde de seus familiares.

5. Vacine-se

As vacinas podem ser consideradas uma das maiores descobertas da medicina. Não deixe de se vacinar para fugir de uma pequena espetada ou devido a boatos.

Espalhe o poder que as vacinas têm de proporcionar saúde. Vacine seus filhos e seus pais contra as doenças específicas de cada idade.

6. Lave as mãos

Parece uma dica simples, mas na verdade é extremamente importante. Uma das melhores formas de evitar epidemias começa com a lavagem das mãos. Esta atitude deve se fazer presente antes de comer ou preparar alimentos, antes e após usar o banheiro, e após contato físico com desconhecidos.

Lembre-se deste hábito e ensine-os aos seus filhos, amigos e familiares.

7. Recicle. Evite o desperdício

Procure sempre oferecer um caminho melhor para os produtos que você não utiliza mais. Seja a favor da reciclagem e incentive seus amigos. Um pequeno gesto ajuda outras pessoas a se conscientizarem e transformam o mundo em um lugar mais agradável.

No caso de alimentos, ao invés do desperdício, procure criar novos pratos. Envolva seus familiares nessa atividade prazerosa. Desperte sua criatividade. Além de ajudar a construir um mundo melhor, você ainda aproveita simples momentos da vida ao lado da sua família.

8. Livre-se do preconceito

Uma das piores faces da doença é o preconceito. São muitas as pessoas que por serem portadoras de alguma doença recebem um tratamento diferenciado em diversos aspectos. Podemos citar a AIDS, o câncer, as doenças mentais graves, dentre outras que são alvos de discriminação.

Conhecer melhor as doenças e condições que afetam as pessoas portadoras é um ótimo remédio contra o preconceito. Busque informações sobre o assunto e estimule outras pessoas a fazerem o mesmo.

Ajude a construir um mundo com mais igualdade.

9. Informe-se

Informação é a porta para uma vida melhor. Buscar conhecimentos sobre uma vida saudável, mas também sobre doenças e tratamentos é importante. O maior responsável pela sua saúde não é seu médico, e sim, você.

Não é preciso que você entenda de diagnósticos ou medicamentos, mas é importante que você tenha consciência sobre como suas atitudes e estilo de vida podem afetar sua saúde, seus tratamentos, enfim, sua vida.

Procure informações de confiança, converse com seu médico e compartilhe seu aprendizado com outras pessoas.

10. Espalhe uma vida melhor

Informação não é nada sem atitude. E nada melhor do que passar adiante uma informação para que se veja brotar uma atitude positiva.

Compartilhe! Uma atitude positiva contagia todos a sua volta. Busque uma vida melhor e leve alguém com você.

Participe e ajude a espalhar


http://recebiliegostei.com/wp-content/themes/children/images/sign.png