abr
8
Que belas lições nos ensinam essas crianças!

O autor e conferencista Leo Buscaglia certa ocasião falou de um concurso em que tinha sido convidado como jurado. O objetivo era escolher a criança mais cuidadosa.

Eis alguns dos vencedores:


Quando não souber o que dizer



Um garoto de quatro anos tinha um vizinho idoso ao lado, cuja esposa havia falecido recentemente. Ao vê-lo chorar, o menino foi para o quintal dele, e simplesmente sentou-se em seu colo. Quando a mãe perguntou a ele o que havia dito ao velhinho, ele respondeu:

– Nada. Só o ajudei a chorar.

 


Melhor definição de “adotado”


 

Os alunos da professora de primeira série Debbie Moon estavam examinando uma foto de família. Uma das crianças da foto tinha os cabelos de cor bem diferente dos demais. Alguém logo sugeriu que essa criança tivesse sido adotada. Logo uma menina falou:

– Sei tudo sobre adoção, porque eu fui adotada.

Logo outro aluno perguntou-lhe:

– O que significa “ser adotado”?

– Significa – disse a menina – que você cresceu no coração de sua mãe, e não na barriga!

 


Quando achar que “esse não é o lugar onde deveria estar”


Sempre que estou decepcionado com meu lugar na vida, eu paro e penso no pequeno Jamie Scott. Jamie estava disputando um papel na peça da escola. Sua mãe me disse que tinha procurado preparar seu coração, mas ela temia que ele não fosse escolhido. No dia em que os papéis foram escolhidos, eu fui com ela para buscá-lo na escola. Jamie correu para a mãe, com os olhos brilhando de orgulho e emoção:

– Adivinha o quê, mãe!

E disse aquelas palavras que continuariam a ser uma lição para mim:

– Eu fui escolhido para bater palmas e espalhar a alegria!

 

“Você é a “mulher de Deus?””



 

Conta uma testemunha ocular de Nova York: Num frio dia de dezembro, alguns anos atrás, um rapazinho de cerca de dez anos, descalço, estava em pé em frente a uma loja de sapatos, olhando a vitrina e tremendo de frio. Uma senhora se aproximou do rapaz e disse:

– Você está com pensamento tão profundo, olhando essa vitrina!

– Eu estava pedindo a Deus para me dar um par de sapatos – respondeu o garoto…

A senhora tomou-o pela mão, entrou na loja e pediu ao atendente para dar meia dúzia de pares de meias para o menino. Ela também perguntou se poderia conseguir-lhe uma bacia com água e uma toalha. O balconista rapidamente atendeu-a e ela levou o garoto para a parte detrás da loja e, tirando as luvas, se ajoelhou e lavou seus pés pequenos e secou-os com a toalha. Nesse meio tempo, o empregado havia trazido as meias. Calçando-as nos pés do garoto, ela também comprou-lhe um par de sapatos. Ela amarrou os outros pares de meias e entregou-lhe. Deu um tapinha carinhoso em sua cabeça e disse:

– Sem dúvida, vai ser mais confortável agora.

Como ela logo se virou para ir, o garoto segurou-lhe a mão, olhou seu rosto diretamente, com lágrimas nos olhos e perguntou:

– Você é a mulher de Deus?

 

A vida é curta. Quebre regras, perdoe rapidamente, beije lentamente, ame de verdade, ria descontraidamente, e nunca pare de sorrir, por mais estranho que seja o motivo. E lembre-se que não há prazer sem riscos. A vida pode não ser a festa que esperávamos, mas uma vez que estamos aqui, temos que comemorar! Celebre-a!

 

Quem me enviou esta mensagem foi uma amiga e irmã em Cristo, colega de ministério. Mãe, avó, bisavó e blogueira: Pra. Neide Constâncio. Seus blogs: Abre Meus Olhos; Clarins da Alvorada; Manancial e Diário da Kaila.



15 Comments »

  1. Que histórias lindas amigo Antônio!

    Hoje só estou lendo histórias que me fizeram chorar(A da Rose também é linda!)…

    Deus abençoe muito vc e sua preciosa família.

    Comentário by ThataLyScal — abril 8, 2010 @ 9:26 am

  2. A vida é curta. Quebre regras, perdoe rapidamente, beije lentamente, ame de verdade, ria descontraidamente, e nunca pare de sorrir, por mais estranho que seja o motivo. E lembre-se que não há prazer sem riscos. A vida pode não ser a festa que esperávamos, mas uma vez que estamos aqui, temos que comemorar! Celebre-a!

    Dizer mais o quê?
    Abraços forte

    Comentário by Principe Encantado — abril 8, 2010 @ 10:20 am

  3. As crianças sempre tem muito a nos ensinar!

    Que definições lindas! Seres tão pequenos demonstrando ter uma compreensão de mundo enorme!!!

    Bjokas no coração,

    Biana Bac

    Comentário by Bia — abril 8, 2010 @ 10:23 am

  4. António,

    As crianças têm tanto a ensinar-nos. Como é linda a inocência e a pureza de sentimentos! Como é bom dar e receber sem olhar a preconceitos e interesses.

    Muito lindas as histórias!

    Beijos
    Luísa

    Comentário by Luísa — abril 8, 2010 @ 11:38 am

  5. Que surpresa linda, Pastor,, gostei muito. Estas lições são preciosas, as cxranças na sua inocência nos ensinam a viver, acho que foi por isso que Jesus deu aquela tremenda lição de humildade que está em Mateus 18.1-4. Deus abençoe sua vida e de sua família. Estou levando os dois Links para a Sala de Amigos. Tenha um lindo dia. Abraço!

    Comentário by Pastora Neide — abril 8, 2010 @ 11:45 am

  6. “Deixai as crianças virem a mim e não as impeçais, pois a pessoas assim é que pertence o Reino de Deus.” Lucas 18,16

    Comentário by marivan — abril 8, 2010 @ 1:18 pm

  7. Amigo ainda estou com lágrimas nos olhos… as crianças são mesmo nossa melhor lição de vida!
    Beijo no coração

    Comentário by Valéria — abril 8, 2010 @ 9:34 pm

  8. :shocked: :love: 👿 Que histórias lindas! De fato as crianças na sua inocência nos ensinam grandes lições!Parabéns pelo relevante Post.

    Comentário by Sonia Regly — abril 8, 2010 @ 11:46 pm

  9. Nossa… Lindas mensagens!
    Como William Shakespeare disse:”Um dia você (…)Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou”.
    Bye!

    Comentário by Mariana Mauro — abril 9, 2010 @ 12:24 am

  10. Ai que linda a menina dizendo que nasceu do :8 .
    Super fofa!!

    Tipo a Giovanna naquele torpedo que eu te mandei huahauhauahauhaua

    bjos 😉

    Comentário by Lívia — abril 9, 2010 @ 4:10 am

  11. Olá sogro que história linda! De fato as crianças nos ensinam muitas coisas. Até mesmo quando estou triste, adoro ficar perto da minha afilhada e conversar com ela, parece que ela não entende nada mais é nessa hora que a gente percebe o quanto é bom ter uma criança em casa.
    Abraço
    Genro.

    Comentário by Diego — abril 9, 2010 @ 1:29 pm

  12. Bem, as crianças em sua inocencia conseguem muitas vezes nos transmitir aquilo que só vem do coração, porque ainda não possuem a malicia do cérebro.

    Comentário by Joselito — abril 9, 2010 @ 4:57 pm

  13. aquela ultima historia fez meus olhos tomarem banho…pois é, achei a mais emocionante. E adorei essa “voce é a mulher de Deus?”

    abçs

    Comentário by Diego — abril 9, 2010 @ 4:59 pm

  14. QUE POST FANTÁSTICO!
    AMIGO ANTONIO REGLY

    Esse post vale nota mil!!!

    Todos os exemplos são de um profundo amor ao próximo e pela vida… Os relatos são emocionantes. Quem ler as mensagens acima, com certeza se sentirá muito melhor, é o que imagino.
    Parabenizo-o fervorosamente pela exaustiva pesquisa para nos presentear mais um mega post de qualidade.
    Que a luz a vida e o amor continuem sendo suas eternas companhias!
    De coração,
    LISON.

    Comentário by LISONN — abril 9, 2010 @ 8:13 pm

  15. Oi António!
    Tudo bem? Fico um pouco 🙁 , pois nao tenho notícias suas e fico a pensar se se chateiou com algo da Aldeia ou de mim.
    Sobre o post das crianças,elas surpreendem-nos a cada dia. Noutro dia, entrevistei a mãe de 1 menina muito especial. Tem uma doença rara: Progeria (envelhecimento precoce) Com 11 anos, a esperança de vida dela é muito curta,mas ela vive e viver cada dia é uma vitória. É um exemplo para todos nós.

    Jocas gordas
    Lena

    Comentário by Lena — abril 16, 2010 @ 11:02 am

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment